NOTÍCIAS & ARTIGOS

A Gazeta de Piracicaba publicou na edição de domingo (24/03/19) uma matéria sobre abandono paterno. Não é possível ler “abandono paterno” em nenhuma linha da matéria, no entanto, a matéria fala exatamente sobre isso.

É preciso ver o abandono paterno como algo já inserido num contexto social. O papel do pai na criação dos filhos, infelizmente, ainda é visto como algo secundário. Apesar de toda emancipação feminina, a responsabilidade pela criação dos filhos ainda é predominantemente delas. Assim, não necessariamente o abandono paterno deve ser visto como “crime doloso", muitas vezes é simples reflexo das circunstâncias da vida.

Como dito na matéria public...

Hoje em dia muitas empresas funcionam sem interrupção, pois seu ramo exige uma produção contínua.

Nesses casos, é necessária a contratação de empregados que trabalhem no turno da noite, de modo a não parar as atividades da empresa.

O trabalho noturno é aquele que compreende as 22h de um dia até as 05h do outro dia (art. 73, parágrafo 2º da Consolidação das Leis do Trabalho - CLT).

Por essa razão, os empregados noturnos têm alguns direitos diferenciados daqueles empregados comuns, os quais laboram em horário comercial, uma vez que o trabalho em tal período é considerado biologicamente menos benéfico.

Desta forma, a CLT em seu art. 73, parágrafo 1º, nos traz...

Please reload

©2016 por De Camargo & Amaral.