Uso do Whatsapp no trabalho pode causar demissão por justa causa

July 6, 2017

Nos dias atuais é raro encontrar alguém que não seja adepto do aplicativo Whatsapp.

Pelo fato do aplicativo ser de fácil acesso, seu uso pode ser realizado em qualquer lugar, inclusive no trabalho.

 

Por essa razão, o CAGED – Cadastro Geral de Empregados e Desempregados – registrou que no período de um ano ocorreu cerca de 10 mil demissões somente no estado do Espírito Santo, tendo em vista o uso desmedido do aplicativo no ambiente de trabalho.

 

Os dados são do estado do Espírito Santo, mas a realidade é similar em todo território nacional.

A psicóloga e especialista em carreiras, Gisélia Curry, afirma que grande parte dessas demissões se deve ao fato dos empregados falarem mal da empresa que trabalham e dos próprios chefes através do whatsapp com seus colegas, ao passo que o que antes eram conversas de corredor passou a ficar registrado nas conversas do aplicativo.

 

Assim que a empresa toma conhecimento do teor das conversas, pode demitir o empregado por justa causa baseado no artigo 482 da Consolidação das Leis do Trabalho, e, portanto, de forma legal.

 

Além disso, o uso desmedido do aplicativo faz cair a taxa de produtividade do empregado, que ao invés de cumprir com suas atividades diárias, acaba por deixá-las em segundo plano.

Recomenda-se, deste modo, que o uso do whatsapp seja realizado com bom-senso quando de sua utilização pelo empregado em seu ambiente de trabalho, sob pena de ser demitido por justa causa, situação bem difícil de reverter na Justiça Trabalhista.

 

Ao empregador, recomenda-se que advirta o empregado quando do uso exacerbado do aplicativo, de modo a resguardar-se de futura reclamação trabalhista, juntando provas inclusive para uma possível demissão por justa causa.

 

Fonte: A Tribuna

Please reload

Recentes

June 2, 2020

January 23, 2020

Please reload

Arquivo

Please reload

Siga no Facebook

  • Grey Facebook Icon

©2016 por De Camargo & Amaral.